• analuizaflorez

Tipos de tintas para sua casa

Atualizado: 27 de Mai de 2020

Hoje em dia temos uma infinidade de tipos de tintas, massas e outros produtos para aplicação em revestimentos internos e externos. São tantas possibilidades que você com certeza deve ficar na duvida de qual escolher.


Por isso é importante sabermos algumas diferenças básicas entre os grandes grupos de tintas. Tenha em mente que não existe uma tinta para todas as superfícies e usos. A escolha do produto adequado para cada superfície e local é essencial para um bom acabamento e durabilidade de sua pintura.


Seguem abaixo os grandes grupos de tintas e suas principais aplicações:


Tinta látex (PVA): 

  1. Com base solúvel em água, é o tipo mais comum. Indicada para paredes, seca rapidamente e tem aplicação bastante fácil.

  2. Proporciona um toque aveludado devido ao acabamento fosco.

  3. O látex PVA deve ser aplicado em áreas internas e pode ser limpo apenas com pano úmido. A limpeza de paredes com aplicação de látex PVA não deve ser constante.

  4. Não é recomendada para ambientes externos.

  5. O produto não é adequado para áreas molhadas ou que possam receber chuva, e para recobrimentos de acabamento em alto brilho, como um corrimão, por exemplo.

Tinta acrílica: 

  1. É um modelo de tinta látex, ou seja, também recomendada para paredes. No entanto, a diferença é que sua fórmula contém resinas acrílicas o que proporciona ao produto alta impermeabilidade, tornando-a ideal para áreas externas, mas também pode ser aplicada em áreas internas.

  2. O principal elemento de sua composição é a resina acrílica. Possui acabamento, acetinado, semi-brilho ou fosco, é impermeável e resistente à umidade.

  3. As tintas acrílicas podem ser lavadas, ao contrário do látex, que deve ser limpo apenas com pano úmido.

  4. São frequentemente usadas para pintura de banheiros e cozinhas.

  5. O acabamento tende a ser mais brilhante que o do látex, ainda que exista a versão fosca: portanto, preste atenção ao comprar para garantir o tipo de acabamento final que deseja.

  6. Outro fator importante é o custo. A tinta acrílica tenderá a ser mais cara que a látex, então cuidado com a especificação.

Tinta esmalte:

  1. O esmalte, ao contrário dos exemplos anteriores não solúvel em água, é adequada para superfícies internas e externas de madeira e metais: rodapés, portas, janelas, corrimãos, grades e outros.

  2. Possui acabamentos nas versões fosco, brilho, alto brilho ou acetinado.

  3. É impermeável e apresenta alta resistência e durabilidade.

  4. O custo dessa tinta é mais alto do que o das outras, por conta de seu uso mais espcífico, e em menores superfícies.

Tinta Epóxi:

  1. Sintético e não solúvel em água, é indicado para banheiros, cozinhas e áreas molhadas.

  2. Tem alta resistência à umidade, acabamento brilhante e acetinado e exige cuidado no processo de pintura para evitar a formação de bolhas ou mau acabamento.

  3. Como são tintas específicas para aplicação em áreas molhadas e até inundadas, como piscinas e caixas d’água, podem ser uma excelente possibilidade para banheiros, boxes, cozinhas e áreas dessa natureza, desde que harmonizadas corretamente com os outros revestimentos. Vale a pena conferir os tipos de acabamentos possíveis para fugir do revestimento cerâmico convencional de locais muito úmidos.

Verniz: 

  1. Recomendado para proteger e embelezar ambientes externos e internos de madeira, como portas e janelas.

  2. Diferentemente da tinta, apresenta um filme translúcido, realçando o aspecto natural da madeira.

Lembrando que para as paredes, em geral, é necessária a aplicação da massa niveladora para corrigir imperfeiçōes e desníveis. Dependendo do estado da parede, podem ser necessárias outras demãos de massa niveladora, lembrando que a massa corrida é direcionada para ambientes internos e massa acrílica para ambientes externos.

Manutenção: Normalmente, a pintura precisará ser refeita a cada três ou quatro anos, mas esse tempo variará de acordo com o produto, o ambiente e a cor escolhida.

Além dos grupos citados acima, existem muitos outros tipos de tinta. Há as feitas com cal, tintas com agentes antibacterianos, antimofo, sem cheiro e até mesmo antimanchas. Existem também os produtos de efeito, como as tintas magnetizadas, do tipo lousa e para piso; existem também as massas e diferentes texturas.


Espero que tenha gostado!


Abraços,


Ana Luiza Florez




0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo